About




 

Cruzeiro vence na reestreia de Luxa no comando do azulino na Serie B

 


O técnico Vanderlei Luxemburgo foi um dos responsáveis pela vitória do Cruzeiro de virada sobre o Brusque, por 2 a 1, neste sábado, no estádio Augusto Bauer, pela Série B. Ele mexeu no time no segundo tempo e mudou a história do jogo.

A Raposa perdia a partida até os 41 minutos da etapa final, quando Luxemburgo colocou Marcinho, que no primeiro toque na bola mandou na cabeça de Felipe Augusto. O ex-ponta americano, que também entrou no decorrer do jogo, empatou.

A virada veio com Giovanni, outro jogador que saiu do banco. Ele arriscou chute de longe e o goleiro Zé Carlos aceitou.

Luxemburgo explicou o que tentou com as alterações. Ele fez cinco substituições: Marcinho no lugar de Sobis, Giovanni na vaga de Flávio, Thiago para a saída de Marcelo Moreno, Felipe Augusto substituindo Wellington Nem e Marcinho pegando a posição de Bruno José.

"As mudanças são importantes desde que o jogador esteja atento. Eu inventei? Não, não sou Santos Dumont. Eu deixei um volante só e dois meias, o Marcinho e o Giovanni. Deixei a equipe mais vulnerável porque tinha que jogar o adversário para trás, ter mais volume, mais sequência. E quando percebi que o Bruno, que é veloz, bom jogador, estava morto, coloquei o Claudinho", disse.

"Na primeira bola que ele (Claudinho) pegou, acertou o cruzamento para o Felipe Augusto, que não pode com o tamanho dele ficar parado, tem que antecipar, bola de lado de campo, o atacante tem que antecipar o zagueiro. O Romário era pequeninho e fazia gol de cabeça por quê? Ele antecipava zagueiro. Acho que foi uma vitória do grupo", acrescentou.

Luxa elogiou o espírito dos jogadores. "Foi uma vitória do grupo, não existe futebol com cinco substituições que você não usa o grupo. Então, os jogadores que estão jogando hoje, eles sabem que amanhã eles podem sair, entrarem outros, você pode usar cinco substituições no jogo e pode dar quase 50% de gás novo na equipe. E se os caras tiverem ligados, comprometidos com o trabalho, facilita bastante. Parecia que o Giovanni, o Felipe... que eles já estavam dentro do jogo, participando, correndo, lutando, jogando".

Com o resultado, o time celeste quebrou jejum de nove jogos sem vitória e chegou aos 16 pontos, na 15ª posição, deixando momentaneamente a zona de rebaixamento.

FONTE: CRUZEIRO

Nenhum comentário

Imagens de tema por adamkaz. Tecnologia do Blogger.